29 de julho de 2011

(...) Não desista, corra atrás. Não odeie, apenas diga que não ama. Não humilhe, apenas ignore. Não diga que esqueceu, finja que não se importa. Não beije, abrace. Não se humilhe pra ninguém, apenas seja verdadeiro. Não chore por dentro, chore por fora. Não coloque coisas na cabeça, coloque tudo pra fora, mesmo que não tenha ninguém pra contar. Não espere o daqui a pouco de alguém se você pode fazer agora. Não desista do que você quer, só porque alguém disse que não vale apena, ninguém nunca sabe qual sua verdadeira necessidade.


Antônio Andrade 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.